quarta-feira, outubro 04, 2017

Num mundo alternativo - Post altamente desinteressante

Vamos imaginar que o Bastonário da Ordem dos Médicos comparecia na novíssima inauguração de uma Clínica da Mello Saúde, Germano de Sousa ou outra afim.
Vamos imaginar que o Bastonário da Ordem dos Engenheiros comparecia na inauguração de uma nova sede da Motaengil.
Vamos imaginar que o Bastonário da Ordem dos Contabilistas Certificados comparecia na inauguração da nova da casa da PWC, Anderson (ainda existe?) ou KPMG.

Que juízo mereceria?

Agora, vamos trocar. Em vez do Bastonário da Ordem dos Médicos, pense-se no Ministro da Saúde. Do Bastonário da Ordem dos Engenheiros, o Ministro das Obras Públicas ou Infraestruturas, como é agora. Em vez do Bastonário da Ordem dos Contabilistas Certificados, o Ministro das Finanças.

Que juízo mereceria?

Esta semana, o Bastonário da Ordem dos Advogados e a Ministra da Justiça compareceram à inauguração da nova sede da Abreu Advogados.

Que juízo merece?

Há cerca de 30 mil advogados neste país. Todos os anos se batem records de inscrições no sistema de acesso ao direito, ou seja, todos os anos há mais advogados oficiosos.

A tabela de remunerações do dito sistema não é actualizada há looooooongos anos.

Cada vez mais se queixam os profissionais do foro dos recursos financeiros que têm de afectar ao pagamento da caixa de previdência, para no fim terem uma reforma miserável.

Em contrapartida, há menos clientes, ainda se sentido as dificuldades da crise económica. Os que aparecem pouco podem pagar.

Por outro lado, de forma sistemática, somos brindados com publicações e editais informando das sanções aplicadas aos Colegas.

Os que querem ser advogados pagam o que têm, mas sobretudo o que não têm.

Os negócios e grandes adjudicações de prestação de serviços jurídicos são sistematicamente atribuídos aos mesmos grupos.

Que juízo merece?

Quantas vezes vimos um Bastonário a visitar um Colega em prática individual e a querer saber o que o apoquenta?
Quantas vezes vimos algum Ministro da Justiça a fazer o mesmo?
Quantas vezes é que algum Ministério contratou os serviços de alguma sociedade não sediada em Lisboa ou Porto para efectuar projectos de lei a aprovar?

Na profissão, como na vida, os pobres que se desenvencilhem.

terça-feira, outubro 03, 2017

quarta-feira, setembro 27, 2017

Há 3 anos




Ele cantava e ela tinha acabado de perceber no que se tinha metido :)

sexta-feira, setembro 22, 2017

Questões

A pobreza e a cultura.

Só ontem soube "o" que era João César Monteiro.

Depois de perorar internamente sobre a pobreza e as suas múltiplas formas, percebi que a pior delas é o desconhecimento.

Agora penso: "o que é isto?".

Será mau gosto? Genialidade?

O trecho é de um filme que (ainda) não vi. Do autor assisti ontem a um. Ao (teoricamente) primeiro da Trilogia de Deus. Pendo para a genialidade.

Mas pode haver genialidade com tamanha boçalidade?

Aparentemente, sim.


segunda-feira, setembro 11, 2017

Pequeno texto sobre perdas de tempo

Pensemos numa pessoa. Pode ser um homem. Digamos que é careca. Para aguçar, idealizemos que tem uma cara semelhante àqueles tantos desgraçados que padecem de uma qualquer deficiência.

Vista a personagem, escusamo-nos de carregar mais atributos. Lembramos, somente, que nenhum homem é uma ilha e, como tal, tem amigos, pais, tios ou até mesmo filhos.

À partida, não há nada de errado. As pessoas são o que são e não têm que pedir desculpa por nada. Pode haver problemas com a justiça, mas isso é uma outra sede.

Este homem chegou à vossa vida. Não sabemos como e apenas suspeitamos do "porquê". Quanto tempo é que lá aguenta?

sexta-feira, setembro 08, 2017

Agora, numa toada mais profissional

Não há ninguém que ensine a "montar" uma grande petição inicial.

Não estou a dizer que não há ninguém que ensine a fazer uma petição inicial. Nada disso.

Montar uma grande petição inicial. Assim, com tudo. Bem escrita. Bem dirigida. Bem montada.

E eu tenho um problema com coisas que não se ensinam...porque jamais as aprendo.

quinta-feira, agosto 31, 2017

A chamada "Gaita"

Percebi que os dois últimos posts divulgam músicas da mesma banda.

Está atestada a profunda falta de interesse, conhecimento e cultura de que padeço.




Ontem pensei em sair do Facebook.

Pronto, obrigado e boa noite.

Hoje

Ouvi isto hoje.

Era tão familiar. Quantas vezes terá sido travesseiro?

Estará a resposta à pergunta que é o título na letra?

Para mim faz sentido.

Ouvindo isto hoje.